DAS – Departamento de Atenção à Saúde
  • Publicado em 20/08/2019 às 10:29

  • 10.10.2019 – Dia Internacional da Saúde Mental

    Publicado em 10/10/2019 às 12:13

    No dia 10 de Outubro é comemorado em todo o mundo o Dia Internacional da Saúde Mental. A data, instituída em 1992 pela Federação Mundial de Saúde Mental, busca chamar atenção pública para o assunto, que ainda é um tabu na sociedade.

    Dados da OMS (Organização Mundial da Saúde) indicam um aumento no número de brasileiros com depressão e ansiedade. Os transtornos ansiosos incluem fobia, transtorno obsessivo-compulsivo, estresse pós-traumático e ataque de pânico. É fundamental que não se menospreze doenças psiquiátricas, pois isso afeta a procura pelo tratamento.

    A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) disponibiliza os seguintes serviços psicológicos para os servidores, alunos e para a comunidade:

    Serviço de Atenção Psicológica – SAPSI

    Junta Médica Oficial – DAS/PRODEGESP

    Psicologia Educacional da PRAE

    Hospital Universitário

    Projeto Amanhecer

    Fonte: Ministério da Saúde e R7 Notícias


  • 04.10 – Dia do Médico do Trabalho/Medicina do Trabalho

    Publicado em 04/10/2019 às 8:56

    No dia 4 de outubro, comemora-se no Brasil o Dia do Médico do Trabalho, especialidade médica que luta pelo direito de o trabalhador exercer suas atividades em um ambiente de trabalho seguro e saudável, digno e decente.

    A Medicina do Trabalho é uma das especialidades médicas mais importantes da sociedade e age, principalmente, de forma preventiva e assistencial às possíveis vítimas de acidentes. O profissional trabalha em duas vias: a área clínica e a saúde coletiva. A função do médico do trabalho é promover a saúde física e mental, o bem-estar e a produtividade dos colaboradores de uma empresa.

    O Departamento de Atenção à Saúde (DAS) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) parabeniza todos os profissionais dessa área. A universidade conta com a Divisão de Saúde e Segurança do Trabalho (DSST) que tem como objetivo a promoção da saúde e segurança do trabalho, buscando atingir nível de excelência na atuação junto à comunidade universitária.


  • Alteração nos trâmites de entrega dos atestados

    Publicado em 27/09/2019 às 12:28


  • 27.09 – Dia Nacional da Doação de Órgãos

    Publicado em 27/09/2019 às 9:21

    No dia 27/09/2019 é celebrado Dia Nacional da Doação de órgãos.

    A Doação de órgãos é que pode salvar vidas. Muitas vezes, o transplante de órgãos pode ser única esperança de vida ou a oportunidade de um recomeço para pessoas que precisam de doação. É preciso que a população se conscientize da importância do ato de doar um órgão.

    A Coordenadoria de Promoção e Vigilância à Saúde (CPVS/DAS) em parceria com o CCS promoveram no dia 25/09/2019 na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) uma ação com o objetivo de conscientizar a comunidade universitária sobre a importância da doação de órgãos e tecidos.

    Obs: Para ser um doador, basta conversar com sua família sobre o seu desejo de ser doador e deixar claro que eles, seus familiares, devem autorizar a doação de órgãos.

    Mais informações sobre como ser um doador, disponíveis nos sites: Ministério da saúde e Campanha Nacional Doação de Órgãos.


  • Palestras – Outubro Rosa

    Publicado em 25/09/2019 às 9:22


  • 25/09/2019 – Conscientização sobre a doação de órgãos

    Publicado em 17/09/2019 às 10:27

    CPVS/DAS em parceria com o CCS irão promover no dia 25 de setembro um dia de conscientização, sobre a importância da Doação de Órgãos e Tecidos. O evento de sensibilização sobre o tema ocorrerá das 09hs às 15hs no piso térreo da BU.

    Neste dia, as pessoas passarão por uma espécie de “túnel” com dados e informações sobre a doação. A passagem pelo “túnel” leva menos de 1 minuto para ser realizada e ao final cada indivíduo recebe um folder e caso aja interesse, orientação por profissional de saúde.

    Estão todos convidados!


  • Sarampo

    Publicado em 17/09/2019 às 10:26

    Sarampo é uma doença infecciosa viral grave, que pode ser fatal.  Causada por um vírus da família Paramyxoviridae, do gênero Morbilivírus.

    Sintomas

    – Febre e tosse

    – Hiperemia em conjuntiva ocular

    – Coriza ou obstrução nasal

    – Dores no corpo, mal-estar

    Em torno de 3 a 5 dias após o início desses sintomas, há o aparecimento de manchas avermelhadas que iniciam no rosto, e progridem em direção aos pés, com duração mínima de três dias. São comuns também lesões dolorosas, esbranquiçadas na boca. A doença pode ser grave, com acometimento do sistema nervoso central e complicar com infecções secundárias, podendo até levar à morte.

    Transmissão

    A transmissão ocorre diretamente, de pessoa a pessoa, através de: tosse, espirros, fala ou respiração, e gotículas de saliva, e, por isso é uma doença altamente contagiosa. A doença é transmitida na fase em que a pessoa apresenta febre alta, mal-estar, coriza, irritação ocular, tosse e falta de apetite e dura até quatro dias após o aparecimento das manchas vermelhas.

    Prevenção

    A suscetibilidade ao vírus do sarampo é geral, e a única forma de prevenção é a vacinação. Os principais grupos de risco são as pessoas de seis meses a 39 anos de idade. Dentre os adultos, os profissionais da saúde, trabalhadores de portos e aeroportos, hotelaria e profissionais do sexo apresentam maiores chances de contrair sarampo.

     Novo surto de Sarampo

    O país não registrava casos autóctones (próprios) desde o ano 2000. Porém, entre 2013 e 2015, ocorreram dois surtos da doença a partir de casos importados de outros países, nos estados do Ceará e Pernambuco, com 1.310 casos na época. Os surtos foram controlados com as medidas de bloqueio vacinal e, em 2016, o Brasil recebeu o Certificado de Eliminação do Sarampo, emitido pela Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS). Contudo, perdemos esse  certificado em fevereiro de 2019, em função do aumento de casos novos de Sarampo que ocorreram depois disso.

    Conforme o Ministério da Saúde, no período de 09/06/2019 a 31/08/2019, forma notificados 20.292 casos suspeitos, destes, 2.753 foram confirmados (13,6%), 15.430 estão em investigação (76%) e 2.109 foram descartados (10,4%). Os casos de Sarampo estão distribuídos em 13 estados: São Paulo (2780), Rio de Janeiro (15), Pernambuco (12), Santa Catarina (7), Distrito Federal (3), Bahia (1), Paraná (1), Goiás (1), Maranhão (1), Rio Grande do Norte (1), Espírito Santo (1), Sergipe (1) e Piauí (1). O coeficiente de incidência da doença foi de 0,80 por 100.000 habitantes.

    Foram confirmados quatro óbitos por sarampo no Brasil, três no estado de São Paulo e um no estado de Pernambuco. Três óbitos ocorreram em menores de 1 ano de idade e um em um indivíduo de 42 anos.

    Vacina Dose Zero

    A partir do dia 22 de agosto, todas as crianças de seis meses a menores de 1 ano devem ser vacinadas contra o sarampo em todo o país. Essa medida preventiva deve alcançar 1,4 milhão de crianças, que irão receber a dose extra, chamada de ‘dose zero’. A chamada “dose zero” não substitui e não será considerada válida para fins do calendário nacional de vacinação da criança. Assim, além dessa dose, as crianças devem tomar a vacina tríplice viral aos 12 meses de idade (1ª dose); e aos 15 meses (2ªdose) a vacina tetra viral ou a tríplice viral + varicela.

    Vacinação

    Quem não tomou as duas doses da vacina, não sabe ou não tem comprovação de vacinação, precisa regularizar a situação vacinal de acordo com a faixa etária.

    • De 1 e 29 anos: devem ter 2 doses com um intervalo mínimo de 30 dias entre elas
    • De 30 e 49 anos: devem ter 1 dose.
    • Profissionais da saúde: devem ter 2 doses da vacina, independente da idade.

    A Vacina (Tríplice viral) está disponível em todos os mais de 37 mil postos de vacinação em todo o Brasil.

    O Ministério da Saúde encaminhou às Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde, um conjunto de recomendações voltadas aos profissionais de saúde sobre proteção e cuidados para evitar a propagação do sarampo nas unidades de saúde do país.

    Bloqueio Vacinal

    O Ministério da Saúde orienta que, em situação de surto ativo do sarampo, quando identificado um caso da doença em alguma localidade, é preciso vacinar todas as pessoas que tiveram ou tem contato com aquele caso suspeito em até 72 horas. Neste caso, recomenda-se que sejam realizadas de forma seletiva, ou seja, não há necessidade de revacinação das pessoas que já foram vacinadas anteriormente ou que tiveram a doença.

    Sarampo em Santa Catarina

    Segundo o boletim epidemiológico divulgado pela DIVE/SC na última segunda-feira, dia 09/09, existem 195 casos suspeitos, destes foram descartados 160 casos, confirmados 19 e 16 estão em investigação e/ou reteste, conforme protocolo recomendado pelo Ministério da Saúde. Entre os 19 casos confirmados, 3 foram em tripulantes de um navio em fevereiro e outros 16 casos estão distribuídos geograficamente nos municípios de Florianópolis (12), Guaramirim (1), Barra velha (2) e Balneário Camboriú (1).

    Prevenção

    As vacinas que previnem o sarampo são:

    – Tríplice viral (protege contra o sarampo, caxumba e rubéola)

    – Tetra viral (protege contra o sarampo, caxumba, rubéola e catapora)

    – Dupla viral (protege sarampo e rubéola)

    Elas são seguras, gratuitas e estão disponíveis nas mais de 1.000 salas de vacinação dos postos de saúde dos 295 municípios catarinenses.

    Fontes:

    http://www.saude.gov.br

    http://dive.sc.gov.br/

    https://sbim.org.br/


  • 10/09 – O Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio

    Publicado em 10/09/2019 às 11:01

    O dia 10 de setembro é marcado como O Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. O preconceito e a falta de informação ainda levam as pessoas a tratar sobre esse assunto de forma condenatória, mas apesar de se tratar de um tema delicado, é importante falar sobre o assunto, pois conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS) 9 em cada 10 mortes por suicídio podem ser evitadas.

    O Ministério da Saúde destaca que não há como detectar seguramente se uma pessoa está em uma crise suicida, mas alerta para alguns sinais: isolamento, abuso de álcool e outras drogas, mudanças de humor, diminuição de autocuidado.

    Mais informações sobre dados estatísticos e ações desenvolvidas em prol da Prevenção ao Suicídio estão disponíveis nos sites do: Ministério da Saúde, Secretaria Municipal de Florianópolis e Notícias do Dia.

    Caso identifique uma pessoa sob o possível risco de suicídio, o Ministério também divulgou uma cartilha informando quais medidas podem ser adotadas:

     

     

     

     

     

     


  • Palestra e Rodada de Debates – Setembro Amarelo

    Publicado em 03/09/2019 às 7:49


  • 29.8 – Dia Nacional de Combate ao Fumo

    Publicado em 29/08/2019 às 9:27

    Fonte: https://www.sbp.com.br/

    No dia 29/08/2019 celebra-se o dia nacional do combate ao fumo. A data inaugura a normatização voltada para o controle do tabagismo como problema de saúde coletiva e tem como principal objetivo reforçar as ações nacionais de sensibilização e mobilização da população para os danos sociais, políticos, econômicos, ambientais e à saúde causada pelo tabaco.

    A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) conta com um grupo de apoio para fumantes, ofertada pelo curso de Psicologia, localizado no SAPSI. Basta entrar em contato pelo e-mail: vidasemcigarro.ufsc@gmail.com ou pelo telefone (48) 3721-9402.