Atendimento do Departamento de Atenção à Saúde – DAS/PRODEGESP

06/04/2020 15:04

 

À Comunidade Universitária da UFSC

Assunto: Atendimento do Departamento de Atenção à Saúde – DAS/PRODEGESP

Considerando as medidas de prevenção estabelecidas pelo Ministério da Saúde para enfrentamento da pandemia decorrente do coronavírus (COVID-19) e as Portarias emitidas pelo Gabinete da Reitoria da UFSC, encaminhamos abaixo as informações relativas ao Departamento de Atenção à Saúde (DAS/PRODEGESP);

O DAS/PRODEGESP realizará as atividades em modo de tele trabalho e estará atendendo aos usuários através dos e-mails abaixo:

 

Setor E-mail
Direção DAS/PRODEGESP das.prodegesp@contato.ufsc.br
CSSU – Coordenadoria de Saúde Suplementar (Plano de Saúde)

 

 

 

https://planodesaude.ufsc.br/

(assuntos: subsídio, folha de pagamento UFSC, prestação de contas dos planos contratados individualmente, alteração do tipo de plano)

——————

UNIMED

0800 483500

faleconoscorc@unimedflorianopolis.com.br

(assuntos: Declaração Imposto de Renda, boletos, débito em conta, autorizações para exames, carteirinhas, portabilidade de plano, exclusão do plano)

DISS – Divisão de Serviço Social diss.prodegesp@contato.ufsc.br
DSST – Divisão de Saúde e Segurança do Trabalho dsst@contato.ufsc.br

https://dsst.ufsc.br/

CPVS – Coordenadoria de Promoção e Vigilância em Saúde promocaosaude.das@contato.ufsc.br

exameperiodico.das@contato.ufsc.br

JMO – Junta Médica Oficial  

perito.juntamedica@contato.ufsc.br

* ver observação ao final desta tabela

Junta Médica Oficial

Licença para  Tratamento  de  Saúde  (LTS)  e  / ou  Licença  para Tratamento de Familiar (LTF)

Encaminhar e-mail  ao  endereço: perito.juntamedica@contato.ufsc.br  com as seguintes informações:

  • Nome completo  e  CPF  do  servidor;
  • Nome completo do familiar no caso de licença para tratamento de saúde do familiar,
  • Atestado médico  digitalizado,  bem  como  outros  documentos  médicos  que  comprovem  a  sua condição  de  saúde  ou  a  de  seu  familiar;
  • Na ausência de CID no atestado informar também o motivo do afastamento.

O atestado deve ser encaminhado em até 5 (cinco) dias contados a partir da data de sua emissão. De posse de  tais  informações,  a  Junta  Médica procederá à perícia documental por meio  da  avaliação  de  documentos  de  forma  não  presencial,  não  havendo,  portanto,  a necessidade  de  o  servidor  comparecer  presencialmente  à  Universidade  para  a  realização  de perícia.

Perícias

Pedidos relacionados a perícias não relativos a Coronavírus estão sendo acompanhados e serão analisados no retorno da normalidade. Encaminhar  e-mail  ao  endereço perito.juntamedica@contato.ufsc.br  com as seguintes informações:

  • Nome completo e CPF do servidor;
  • Telefone de contato;
  • Atestado médico  digitalizado,  bem  como  outros  documentos  médicos  que  comprovem  a  sua condição  de  saúde ;
  • Medicações em uso e outros exames relacionados à licença médica; e
  • Na ausência de CID no atestado informar o motivo do afastamento.

COMUNICADO

18/03/2020 16:34

Em razão da suspensão das atividades administrativas durante 7 (sete) dias conforme Portaria Normativa nº 354/2020/GR, A Pró-Reitoria de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas (PRODEGESP) informa a comunidade que manterá suas atividades essenciais por meio de trabalho remoto:

– ASSUNTOS RELACIONADOS AO DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL:
DIRECAO.DAP@CONTATO.UFSC.BR

– ASSUNTOS RELACIONADOS AO DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS:
DIRECAO.DDP@CONTATO.UFSC.BR

– ASSUNTOS RELACIONADOS AO DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO A SAÚDE:
DAS.PRODEGESP@CONTATO.UFSC.BR

SEGUIMOS À DISPOSIÇÃO, TAMBÉM ATRAVÉS DO E-MAIL: PRODEGESP@CONTATO.UFSC.BR

Coronavírus: Brasil monitora 132 casos suspeitos da doença

28/02/2020 09:23

O número é o maior já registrado desde o início do ano em decorrência da ampliação de monitoramento para 16 países com transmissão ativa do coronavírus

Foto: Pedro Paulo Souza / ASCOM MS

Subiu para 132 o número de casos suspeitos de coronavírus monitorados pelo Ministério da Saúde no Brasil. Os dados foram repassados pelas Secretarias Estaduais de Saúde até esta quinta-feira (27) e demonstram o aumento da sensibilidade da vigilância da rede pública de saúde devido à inclusão de 15 países, além da China, que apresentam transmissão ativa do coronavírus. No total, 16 estados informaram ao Ministério da Saúde sobre os casos suspeitos.

Com esta mudança, os critérios para a definição de caso suspeito enquadram agora, as pessoas que apresentarem febre e mais um sintoma gripal, como tosse ou falta de ar e tiveram passagem pela Alemanha, Austrália, Emirados Árabes, Filipinas, França, Irã, Itália, Malásia, Japão, Singapura, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Tailândia, Vietnã e Camboja, além da China, nos últimos 14 dias.

Questionado sobre o aumento expressivo do número de casos suspeitos em apenas um dia, o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, elencou alguns fatores que ocasionaram o avanço do número de casos. “Em primeiro lugar, durante o carnaval, as unidades de saúde, em tese, não estavam funcionando. Então, na segunda-feira, um número muito maior de pessoas procuraram as unidades de saúde. Também houve a ampliação do número de países que entraram no nosso monitoramento por terem transmissão ativa do vírus e, em terceiro, que talvez seja o mais importante, todas as pessoas que vieram da Itália e que apresentaram sintomas, ao saberem que já tem um caso confirmado do coronavírus que também veio da Itália, gerou nas pessoas uma necessidade maior de buscar a opinião e avaliação de um profissional de saúde. Todos esses fatores fizeram com que essa demanda tenha aumentado bastante”, detalhou.

Clique aqui para abrir a apresentação em Power Point feita na coletiva

 

Fonte: saude.gov.br/noticias/agencia-saude/46446-coronavirus-brasil-monitora-132-casos-suspeitos-da-doenca

Orientações básicas para um carnaval com saúde

21/02/2020 09:48

A brincadeira do Carnaval precisa ser de forma segura e com muita atenção. Assim, o Departamento de Atenção à Saúde, divulga algumas orientações para a comunidade universitária sobre cuidados necessários, nesse período carnavalesco, em relação à saúde, segurança no trânsito, prevenção e respeito no carnaval, além de divulgação de telefones de utilidade pública.

Confira as dicas:

Clique no link para ler a matéria do Ministério da Saúde sobre: “Hidratação: água é a melhor opção para combater exageros nos dias de folia”

Fonte: unilab.edu.br/noticias/2018/02/07/orientacoes-basicas-sobre-cuidados-no-periodo-carnavalesco/

Protocolo de Tratamento do Novo Coronavírus

12/02/2020 15:35

O Protocolo de Tratamento do Novo Coronavírus (2019-nCoV) foi realizado com o objetivo de orientar a Rede de Serviços de Atenção à Saúde do SUS para atuação na identificação, notificação e manejo oportuno de casos suspeitos de Infecção Humana pelo Novo Coronavírus de modo a mitigar os riscos de transmissão sustentada no território nacional.

Para acessar este protocolo clique no link: protocolo tratamento_coronavirus

Prevenção de infecções respiratórias em geral

06/02/2020 15:12

Gripes e resfriados são doenças relativamente comuns causadas por vírus. Apesar de suas diferenças, gripes e resfriados apresentam formas de transmissão em comum. A transmissão dessas patologias pode ocorrer de forma direta, ou seja, de pessoa para pessoa por meio de gotículas de saliva que ficam no ar após a tosse, espirro ou mesmo fala. Também pode ocorrer de forma indireta, quando uma pessoa toca em uma superfície contaminada e coloca posteriormente a mão na boca, nariz ou olhos.

É possível adotar medidas para diminuir o risco de contrairmos essas duas doenças. Veja a seguir 10 formas de prevenir-se de gripes e resfriados:

  • Lavar sempre as mãos com água e sabão;
  • Utilizar lenço descartável para limpar o nariz;
  • Cobrir sempre o nariz ao tossir e espirrar (nunca com as mãos);
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como copos e garrafas;
  • Manter ambientes bem ventilados;
  • Evitar locais fechados e com muitas pessoas;
  • Evitar contato com pessoas doentes;
  • Manter-se sempre hidratado e bem alimentado;
  • Evitar situações de estresse;
  • Exercitar-se bem.

Se não for tratada a tempo, a gripe pode causar complicações graves e levar à morte, principalmente nos grupos de alto risco, como pessoas com mais de 60 anos, crianças menores de cinco anos, gestantes e doentes crônicos.

Na grande maioria dos casos, o corpo consegue sozinho combater o vírus. Para isso, é necessário um sistema imunológico em pleno funcionamento. É por isso que os médicos costumam recomendar repouso, hidratação e alimentação saudável na maioria dos casos de doenças virais.

Fonte: brasilescola.uol.com.br

Coronavírus

04/02/2020 15:22

Com o aparecimento dos casos de doença respiratória causada pelo coronavírus na China, o governo brasileiro vem adotando medidas de preparação, orientação e controle para um possível atendimento de casos suspeitos no país.

A Anvisa integra o Centro de Operações de Emergência (COE) – Coronavírus. Instituído pelo Ministério da Saúde, o comitê tem como objetivo preparar a rede pública de saúde para o atendimento de possíveis casos no Brasil, a fim de responder a eventuais ocorrências de forma unificada e imediata.

É importante destacar que, até o momento, não há confirmação de casos no Brasil.

ATENÇÃO: se você tiver, febre, tosse ou dificuldade para respirar, dentro de um período de até 14 dias após viagem para a China, procure uma Unidade de Saúde mais próxima e informe a respeito da viagem.

Acompanhe mais informações no portal do Ministério da Saúde.

Para acessar o boletim epidemiológico do Ministério da Saúde sobre o Coronavírus clique no link: Coronavírus – Boletim Epidemiologico

 

Fonte e maiores informações: portal.anvisa.gov.br/coronavirus ou https://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/coronavirus#prevencao